BILIONÁRIOS POR ACASO: A CRIAÇÃO DO FACEBOOK [Livro] - Vs - A REDE SOCIAL [Adaptação]






“A Rede Social”  filme baseado no livro “Bilionários por Acaso – A Criação do Facebook” de “Ben Merich” divulga assim como o livro, como se desenvolveu uma das maiores empresas de internet do mundo.


Sinopse:  Em uma noite de outono, em 2003, graduado em Harvard e gênio em programação de computadores, Mark Zuckerberg se senta em seu computador e acaloradamente começa a trabalhar em uma nova ideia. No furor dos blogs e programação, o que começa em seu quarto logo se torna uma rede social global e uma revolução na comunicação. Em apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde, Mark Zuckerberg é o mais jovem bilionário da história… Mas para este empresário, o sucesso traz complicações pessoais e legais. Do diretor David Fincher e do roteirista Aaaron Sorkin, A Rede Social é um filme que prova que não é possível chegar a 500 milhões de amigos sem fazer alguns inimigos. O filme é produzido por Scott Rudin, Dana Brunetti, Michael De Luca e Ceán Chaffin; e baseado no livro "Bilionários por acaso" escrito por Ben Mezrich.





O filme começa com um diálogo entre Mark e sua namorada, que momentos após seria ex, principal motivo para fazê-lo criar o Facemash, site em que os alunos votavam num duelo de garotas mais bonitas de Harvard a partir das fotos hackeadas por Mark dos álbuns de fotos da universidade. O Facemash, foi o precursor do Facebook, recebendo milhares de acessos nas primeiras poucas horas online, e incrivelmente criado por um jovem conhecido por ter pouquíssimos amigos.



O filme foi bem produzido, ao assisti-lo percebe-se a essência universitária que os norte-americanos possuem de fazer dinheiro, além de seguir a ordem dos fatos do livro de forma coerente, sem grandes cortes para o entendimento da trama. 


Os atores que representaram os personagens foram bens escolhidos, muito compatíveis com as descrições que o autor do livro faz, e todo o desenrolar da história foi dada bastante atenção para os detalhes, como quando o autor menciona no livro que Mark raramente deixava transparecer alguma emoção ou reação em seu rosto, assim se vê no filme.


Diferentemente do livro, o filme se passa apresentando duas histórias simultâneas, uma anterior a criação da empresa, e a posterior quando Mark é processado e o Facebook já havia se espalhado pelo mundo, porém não torna o filme desgastante ou desinteressante, pelo contrário as histórias combinadas torna o enredo mais interessante.

Assista ao trailer.
Espere, deixe seu comentário abaixo..
Comentários
10 Comentários

10 comentários :

  1. Olá :)
    Aqui está um livro e uma adaptação que eu assistiria logo em seguida. Acho legal comparar as duas coisas, apesar de saber que o livro é sempre mais completo.
    Fora isso, quero conhecer mais sobre o criador de umas das melhores redes sociais do mundo!
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uma das coisas que você percebe no livro é que ge te inteligente em Harvard não frequenta as aulas hahaha

      Excluir
  2. Oi Elivelton :)
    Então, eu não fazia a ideia que o filme era adaptação de um livro!!!
    Para mim, só haviam feito uma entrevista direta com o Mark para o filme detalhando tudo da época. Posso dizer que estou bem feliz em saber da existência dessa biografia autorizada (é autorizada, né?) que serviu de base para o filme.
    Mark revolucionou o campo das redes sociais. Incrível que conseguiu tal feito a partir de uma rede machista que considero esse Facemash. Mark mereceu os seus 500 milhões de amigos e os inimigos também! Kkkk
    Já fiquei feliz em saber que as cenas onde aparece o processo são de exclusividade pro filme e que não aparecem no livro. Gosto quando as adaptações trazerem essas informações extras, não modificadas, para as telas.
    No futuro lerei essa biografia com toda a certeza.
    Parabéns pela resenha.
    Abraços.

    https://peregrinodanoite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia, tenho certeza que irá se amarrar. :) abrçss

      Excluir
  3. Eu assisti o filme e que cara arrogante hein?
    Talvez um dia eu leia o livro.
    Excelente resenha como sempre.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha vdd, ele é meio arrogante mesmo, mas talvez seja o jeito dele, um pouco sincero demais..

      Excluir
  4. O filme eu já assisti. Essa história é muito interessante, imaginar de onde uma das redes sociais mais populares surgiu, e como surgiu, é fascinante. A princípio imaginamos uma grande equipe, grandes escritórios ou investimentos por trás. É bom saber que qualquer um de nós pode ter uma grande ideia e se tornar um milionário da noite pro dia. rsrs

    atraentemente.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, as vezes imagino eu inventando algo revolucionário e que vai ser usado pelo mundo todo.. Rsrs.

      Excluir
  5. Aí está um livro e um filme que estão na minha lista de prioridades para as férias. Apesar de já conhecer a história quero muito ler o livro (e estou esperando isso para ver o filme). Sua análise dos dois ficou muito boa, parabéns!!

    madminds.weebly.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A leitura é bem agradável, você vai gostar.

      Excluir

Não esqueça de deixar seu comentário.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...